EnciclopédiaDMT

Azarius

  • $

$ 0, -

0,00 US$

DMT - Enciclopédia

Mostrar menu Fechar menu

DMT

12 Comentários

O que é o DMT?

O DMT é um sólido cristalino branco de cheiro pungente, que derrete aos 49-50 graus Celsius, em sal higroscópico hidroclorido aos 171-172 graus Celsius, e em metiodida aos 215-216 graus Celsius. É insolúvel em água, mas dissolve em solventes orgânicos ou ácidos aquosos.

O DMT é o maior constituinte da raiz da planta brasileira epená (Virola calophylla), mas também se encontra nas:
1 – sementes de angico-branco (Anadenanthera peregina)
2 – sementes de jurema-preta (Mimosa hostilis), usadas no este brasileiro para preparar uma bebida chamada ajuca ou ajurema
3 – folhas de chaliponga (Diplopterys cabrerana), as quais se misturam com bebidas harmalinas derivadas de outras plantas do género Banisteriopsis para preparar ayahuasca
4 – folhas de chacruna (Psychotria viridis), que também se misturam nas bebidas de ayahuasca.

O DMT deve ser misturado com inibidores da monoamina oxidase (MAO) para se tornar activo por ingestão e causar alucinações. Este é o caso da poção xamã da ayahuasca. Vê a nossa página sobre ayahuasca para mais informação.

História

O DMT foi sintetizado pela primeira vez em 1931, e demonstrou-se ser uma substância alucinogénia em 1956. Foi encontrado em muitos géneros de plantas (Acacia, Anadenanthera, Mimosa, Piptadenia, Virola) e é um componente principal de muitos “cheiros” alucinogénios (cohoba, paricá, angico), sementes e bebidas.

Química

Nome: N,N-dimetiltriptamina
Nome químico: N,N-dimetil-1H-indol-3-etanamina
Nomes químicos alternativos: 3-[2-(dimetilamina)etil]indol, DMT
Fórmula química: C12H16N2

O DMT é um derivado da triptamina formada pela substituição de grupos metil por dois átomos de hidrogénio anexados ao nitrogénio não aromático na molécula da triptamina.
Tanto o composto original (triptamina) como o sistema N-metil transferase (o último é capaz de converter o primeiro em DMT) ocorrem nos seres humanos, mas não há ainda provas de que o DMT se forma in vivo.
Todavia o DMT foi identificado em pequenas quantidades no sangue e na urina tanto de pacientes normais como de pacientes esquizofrénicos, mas as suas origens e funções são desconhecidas.

Efeitos

Idênticos aos do LSD, mas geralmente mais intensos. Como não é ingerido, os efeitos são repentinos e podem ser demasiado fortes. O termo “mind blowing” (explosão mental) poderá ter sido inventado para esta droga. Pensamentos e visões acumulam-se a grande velocidade; uma sensação de abandono temporal ou transcendental e dos objectos perderem toda a forma e dissolverem-se numa dança de vibrações são características comuns. O efeito pode ser descrito como uma transportação instantânea para outro universo.

Uma característica invulgar da intoxicação induzida é a rapidez do começo e a curta duração da trip. Dentro de 5 minutos após a administração as pupílas dilatam-se (midríase), os batimentos cardíacos aceleram (taquicardia), a tenção arterial aumenta consideravelmente, e dão-se distúrbios vegetativos relacionados, os quais normalmente continuam durante a experiência.
Dentro de 10 a15 minutos dá-se a intoxicação, e esta caracteriza-se geralmente por alucinações de olhos fechados ou abertos, e grande movimentação no campo visual.

Há dificuldade na expressão dos pensamentos, e na concentração em assuntos específicos. Normalmente dá-se uma mudança de disposição para euforia e riso sem sentido, mas ocorreram casos em que a ideação paranóica promoveu ansiedades e pressentimentos que levaram ao estado de pânico.

Aos 60 minutos o sujeito está grandemente livre de sintomas, embora alguns efeitos restantes já tenham sido obervados na segunda hora.
Com a administração por inalação a escala temporal contrai-se, e o começo dos efeitos nota-se em 10 minutos, dá-se um curto período de intoxicação em 2-3 minutos, e a completa libertação de qualquer efeito restante em 10 minutos.
Em doses mais altas os sintomas vegetativos aumentam, e estes tomam o controlo da experiência psicadélica em doses de 150 mg.

Uso

O DMT não funciona por via oral; tem de ser fumado ou injectado. Com a injecção intramuscular os efeitos mínimos sentem-se a partir dos 30 mg, e uma experiência psicadélica completa resulta da administração de 50 a 70 mg (75 mg subcutaneamente, 30 mg por inalação).

O uso repetido não causa dependência física ou psicológica.

Quando tomares DMT certifica-te de que estás num ambiente confortável e familiar, de preferência numa sala iluminada onde te possas sentar ou deitar. Um xuto de DMT de pé quase de certeza te fará cair de rabo no chão assim que começares a sentir o efeito.
A dose recomendada é cerca de 40 a 50 mg. A dose deve ser pesada para determinar o peso preciso. As doses inferiores a 25 mg surtem apenas efeitos físicos e psicadélicos mínimos. As doses entre 25 e 40 mg são geralmente insuficientes para causarem a totalidade dos efeitos únicos do DMT como descritos acima.
As doses excessivas de 55 mg, especialmente se conseguires reter todo o vapor nos pulmões, podem ser MUITO fortes e não se recomendam a iniciantes.

A maneira mais comum de inalar o DMT é a seguinte:
Arranja um cachimbo de ar para base-livre com o tubo mais largo que conseguires encontrar. Introduz o maior filtro de cachimbo de aço inoxidável com a rede mais fina que caiba no tubo. Depois espalha uniformemente o DMT por cima do centro da rede. Certifica-te de que manténs o DMT longe das pontas do filtro para que quando derreta não derrame por aí.
Segura um fósforo ou maçarico por cima do filtro e inala profunda e vagarosamente. Não deixes que a chama toque no DMT, pois isto destruirá a maior parte da droga. O DMT derrete e vaporiza facilmente, por isso o objectivo é deixar o ar quente passar com a chama para dentro do cachimbo para vaporizar o DMT e conseguir que a câmara de ar fique cheia do vapor branco do DMT.
A cada passa tenta manter a respiração o maior tempo possível. Expira e dá outra passa imediatamente. Os efeitos físicos, uma tremura ou vibração pelo corpo inteiro, dão-se primeiro.
A intensidade dos efeitos não é um guia fiável para a dose de DMT que consumiste. Continua a dar passas profundas e a manter o fumo nos pulmões até teres consumido todo o DMT previamente pesado.

Avisos

Esta não é uma droga para festas; os efeitos são melhores quando experimentados num ambiente calmo. Certifica-te de que tens contigo um ou mais amigos que possam olhar por ti e retirar o cachimbo das tuas mãos (se escolheste esse meio de consumo), pois entrarás numa transe mais rápido do que esperas e a partir daí terás pouco controlo motor e provavelmente os olhos fechados.

Não te levantes. Não operes maquinaria pesada. Não conduzas.
As pessoas que atravessam problemas emocionais ou psicológicos devem ter cuidado ao decidirem usar drogas psicadélicas como o N,N-DMT, pois estas podem causar ainda mais problemas.
As pessoas com história familiar de esquizofrenia ou doenças mentais devem ter extremo cuidado, pois as substâncias psicadélicas podem despertar casos psicológicos e mentais latentes.

O DMT sintético tem sido extensivamente pesquisado por autoridades médicas na Europa e na América. É perfeitamente seguro e sem efeitos físicos permanentes nas doses indicadas. Todavia, como o DMT fumado causa um aumento abrupto da tensão arterial, é provavelmente desaconselhável às pessoas com uma tensão arterial muito elevada.
Os efeitos do DMT aumentam muito se tomares inibidores da MAO. Estes encontram-se em alguns medicamentos e alimentos. Vê a nossa página sobre inibidores da MAO para mais informação! Esta mistura pode ser muito perigosa!

Substitutos

A brevidade da experiência torna a sua intensidade suportável e, para alguns, desejável. Pelo menos duas drogas sintéticas nas quais o grupo metil do DMT é substituído são psicadélicas.
A droga DET actua com a mesma dose que o DMT, e os efeitos duram um pouco mais (cerca de hora e meia a duas horas). O DPT actua ainda durante mais tempo, e tem menos efeitos secundários autonómicos.

Misturas

Não recomendamos a mistura do DMT com outras drogas. Este deve ser experimentado de mente “limpa”. A marijuana nubla os efeitos.

Ligações/referências

Este artigo baseia-se nas seguintes páginas:

A1b2c3 on DMT
Erowids DMT Vault
Wikipedia on DMT



Comentários

  • wagnergnose 21-09-2009 15:27:33

    muito manero...onde vou encontrar uma parada dessas?...procurando

  • Jay 23-02-2010 01:31:12

    Correction:

    DMT can be found in: "the seeds of the vine Mimosa hostilis..."

    Perhaps this is true, although the root bark (esp. Inner root bark) of this vine is typically used due to it's very high concentrations of alkaloid. Seeds may have it (doubtful), but they aren't typically used.

  • Atomico 25-08-2010 12:52:49

    When using DMT for example as a snuff preparation from Anandenanthere colubrina(Cebil/Vilca/Huilca), you don't have to use an MAO-Blocker, because of the nasal use, the active components can find their way directly into the brain. But i am not sure if DMT is the main alcaloid of this seeds, i have found different sources, some say it's the same like in A.colubrina(Yopo), other say that Bufotenine is the main alcaloid, and other say that Bufotenine is nearly the same than DMT or a variation of it ... ?!

  • tzaa 25-08-2010 13:01:26

    @Atomico When insufflating a substance, it does NOT directly go into your brain. It is absorbed and enters your brain through the bloodstream.

  • Inadimissível 07-09-2010 18:00:50

    Como podem propagar um coisa dessas na internet, absurdo!!

  • dmt 28-10-2010 15:49:55

    oi... que cena ja consumi isto e andei para morer porque aquilo era mesmo forte e nao sabia que naoera para usar em festas e tambem consumi mais do que 7 doses. o k axam?

  • drugs for EVER 09-11-2010 00:03:45

    concordo co o dmt. Uma informacao para quem consome como nos...

  • japa bh 12-11-2011 19:53:39

    muito louco.... maravilhoso....
    lisergia total, fechando os olhos é muito cabuloso... tipo um # mesmo....heheheheh

  • chaos23 01-05-2012 08:38:30

    Just to let you know, the chemical formula image above is actually 5-MeO-DMT, as evidenced by the methoxy radical in the number 5 position relative to the nitrogen of the indole system. N,N-DMT lacks that functional group.

  • Anão 13-05-2013 13:49:25

    Que merda é essa que vcs estão falando, essa pesquisa foi efemera perante as verdades que o DMT causa, porque não falam do efeito na glandula pineal, porque vcs falaram que o dmt tem em algumas plantas como na verdade tem em todos os seres vivos do planeta desde as plantas e insetos ao ser humano, porque vcs não falaram que o DMT so age no ser humano no momento de sua morte e de seu nascimento, DMT não é droga porque não altera o estado de humor e nem altera a mente e a ressaca é a melhor senssação de limpeza que alguem pode sentir DMT é um espansor de conciência e e isso é diferente de droga, quem fez essa mensagem não sabe o que esta falando sugiro que quem quer intender o assunto va profundamnete no conhecimento e estude Tennis Makcenna no youtube, ou melhor procure a historia do DMT no youtube e veja a opinião de especialistas mestres e doutores sobre o assunto, a internet tem muita mentira e nesse caso o que esta se falando do DMT é o minimo possivel....sem mais, para o cara que escreveu procure melhores fontes de informações estude o assunto mais profundamente antes de denegrir a molecula espiritual só pra marcar eurowide é um site que fala de drogas é não pode nunca ser uma fonte segura pois eles querem é vender uma imagem de loucura. cara vc que escreveu esta merda é um verdadeiro idiota.

  • SillyCone 23-07-2014 19:19:16

    Dosages are a bit off for vaporizing...
    If vaporized correctly, 20 to 25mg are enough to have a full breakthrough experience.
    With 50mg (even 35-40mg), it's indeed overwhelming, and I can't remember anything that happened.
    The most important is learning proper vaporizing techniques and getting a Sherlock Glass VaporGenie (sold here in the shop)...

  • Jon schmitt 28-11-2016 12:04:41

    How much tax would I pay to ship items to the U.S.


Tens pelo menos 18 anos de idade?

Para visitar a nossa webshop, tens de confirmar que tens pelo menos 18 anos de idade.