EnciclopédiaNêveda

Azarius

  • $

$ 0, -

0,00 US$

Nêveda - Enciclopédia

Mostrar menu Fechar menu

Nêveda

15 Comentários

O que é a nêveda?

A nêveda é uma planta silvestre inglesa pertencente à grande família Labiatae, a mesma famíla das hortelãs e das urtigas. É devido ao cheiro mentolado que as suas folhas secas atraem os gatos. A maioria dos gatos sente-se satisfeita e intoxicada ao comer ou esfregar-se nas folhas da nêveda. Há um velho provérbio inglês sobre esta planta:
“Se lhe mexes os gatos comem-na, se a cultivas os gatos ignoram-na.”
Parece ser um facto que as plantas transplantadas são sempre destruídas pelos gatos, a não ser que sejam protegidas, mas eles nunca reparam nas plantas que cresceram a partir da semente, sendo apenas atraídos por elas se estas secarem ou murcharem, ou quando o cheiro peculiar da planta se solta ao mexerem-lhe.

História

Por volta de 1890 as mulheres dos índios Ojibwe já usavam a nêveda. Esta tinha o nome nativo de “Gajugensibug”, e dizia-se que era um bom chá para baixar febres e de sabor agradável.
Na França as folhas e os pequenos rebentos são usados como tempero, e a nêveda cultiva-se normalmente entre outras ervas de cozinha. Tanto na França como na Inglaterra tem reputação pelo seu valor medicinal. Miss Bardswell escreveu sobre a nêveda:
“Antes do uso do chá chinês, os nossos camponeses tinham o hábito de preparar chá de nêveda, o qual diziam ser muito agradável ao paladar e muito mais saudável. É estimulante. A raiz, quando mastigada, diz-se que torna feroz e rixosa mesmo a pessoa mais gentil, e existe uma lenda sobre um certo carrasco que não conseguia reunir coragem ao ponto de enforcar alguém antes de beber o chá. As ratazanas detestam a planta, e não se aproximam dela mesmo que estejam cheias de fome”.

Botânica

A nêveda é uma planta silvestre inglesa, pertencente à grande família Labiatae, a mesma família das hortelãs e das urtigas, e cresce normalmente na região central e do sul de Inglaterra, perto das cercas e margens dos campos, em terrenos destruídos ou abandonados. É menos comum no norte de Inglaterra, muito normal na Escócia, e rara na Irlanda, mas ocorre frequentemente por toda a Europa e na Ásia temperada, e é também comum na América do Norte.
A raiz é perene e dá caules quadrados, eretos e ramificados, de metro a metro e meio de altura, cheios de folhas e cobertos de uma penugem poeirenta. As folhas dentadas e em forma de coração também estão cobertas de uma penugem macia, especialmente nas partes de baixo, que ficam bastante brancas, de modo que toda a planta tem uma aparência acinzentada, como se lhe tivessem soprado pó para cima.
As flores crescem com muitas pétalas a partir dos pequenos pedúnculos. Florescem de Julho a Setembro. As flores individuais são pequenas, as corolas têm dois lábios, o de cima direito, de cor branca ou rosa pálido, com pintinhas vermelhas, e as anteras de um vermelho profundo. O tubo do cálice tem quinze nervuras, uma característica que distingue o género Nepeta, ao qual pertence esta espécie.

Química

A nepetalactona é um terpeno composto por duas unidades de isoprenos, com um total de dez carbonos. Os constituintes da nêveda são:
- óleo volátil, carvacrol, erva-cidreira, nerol, geraniol, pulegona, timol e ácido nepetálico;
- iridóides, incluindo ácido epideoxilogânico e ácido 7-deoxilogânico;
- taninas.
A sua estrutura química é semelhante à dos valepotriatos derivados da erva valeriana, que atua como sedativo ligeiro do sistema nervoso central (ou estimulante, para algumas pessoas).

Efeitos

A nêveda é um dos remédios tradicionais para gripes e constipações. É um diaforético útil para qualquer estado febril, especialmente bronquite aguda. Como carminativa com propriedades antiespasmódicas, a nêveda acalma os problemas de estômago, dispepsias, flatulência, e cólicas. É o remédio perfeito para o tratamento de diarreia nas crianças. A sua ação sedativa nos nervos completa as suas propriedades relaxantes.

É possível obter uma intoxicação muito suave quando a nêveda é misturada em partes iguais com tabaco. A euforia produzida é relatada como significativamente mais fraca que a da marijuana. Mas é possível que o efeito da nêveda seja produzido meramente como resultado do aumento das propriedades intoxicantes da nicotina encontrada no tabaco.

Pesquisas da universidade do estado de Iowa (EUA) concluíram que o óleo extraído da nêveda (Nepeta cataria), que contém nepetalactona, é quase 10 vezes mais eficaz como repelente de insetos que a DEET (N,N-dietil-m-toluamida).

Para além disso, na Ásia a nêveda usa-se há anos nos jardins zoológicos para acalmar os tigres e os leões.

Uso medicinal

As flores são utilizadas na medicina e colhidas quando a planta floresce completamente, em Agosto. Qualidades medicinais desta planta: carminativa, tónica, diaforética, refrigerante e ligeiramente emenagoga, especialmente antiespasmódica, e ligeiramente estimulante. Alivia inchaços dolorosos quando aplicada em cataplasma ou fomentação.

Variedades

As duas espécies relacionadas com a nêveda são a Nepeta faassenii e a Nepeta grandiflora, e também atraem os gatos.

Uso

Deita 2 colheres de chá cheias da erva seca numa caneca com água a ferver e deixa infudir durante 10-15 minutos. Deves beber 3 vezes ao dia.

A nêveda também pode ser tomada numa decocção ou injetada.

Avisos

A nêveda é segura, mas deves evitar a ingestão excessiva, pois podem ocorrer vómitos ou diarreia. Mulheres com doença inflamatória pélvica ou grávidas não devem tomar a nêveda por via oral.

Misturas

A nêveda pode ser misturada com outros agentes de natureza mais diaforética. Partes iguais de chá de nêveda quente e açafrão misturadas são excelentes para tratar a escarlatina e a varíola, assim como constipações e histerismos. Para constipações é eficaz misturada com curandeira, sabugueiro, milefólio ou malagueta.

Cultivo

A nêveda pode ser cultivada facilmente em qualquer jardim, e não precisa de humidade como as outras hortelãs. Pode crescer mais se as plantas forem divididas na primavera, ou se as sementes foram cultivadas na mesma altura. Planta as sementes em filas com cerca de 50 cm de distância entre elas. Não precisam de atenção, e duram vários anos se limpares as ervas daninhas do solo. O poder de germinação das sementes dura cinco anos.

Ligações/ Mais leituras

Catnip repels mosquitoes more effectively than DEET

Referências

Este artigo baseia-se nas seguintes páginas:

Botanical on Catmint
HealthWorld Online on Catmint
Natural and Other Legal Intoxicants
Holoweb on Catnip
Wikipedia on Nepeta cataria (incluindo a imagem de cima)


Comentários

  • Deonilde 13-07-2010 00:27:06

    Aleluia...mais alguém conhece a neveda ou erva das azeitonas, como também podemos chamar-lhe, na minha terra, algures no Algarve, usamo-la nas azeitonas britadas...Obrigada por esta informação sobre o chá, pois desconhecia...

  • cristina 17-11-2010 17:12:08

    no norte de Portugal é também usada para cozer castanhas no lugar da erva doce

  • Isabel 20-12-2010 22:51:13

    Eu uso nos pratos de peixe, caldeiradas e assados.Dá um toque especial

  • Luísa Oliveir 11-04-2011 16:46:33

    Nos Açores fazem um licor que é um "espectáculo"

  • Manuel 22-06-2011 07:13:49

    Penso que esta não é a variedade que é usada na aguardente ou para os chás (Calamintha sylvatica)...

  • José Feliz 18-07-2011 21:47:51

    Eu vivo em Caminha e neveda por aqui, digamos é a pontapés, desde miudo que minha mãe usava apenas nas castanhas, mas logo sedo eu comessei a faser chá e sem açucar é uma bebida muito interessante, não fazia ideia do seu grande valor medicinal. Muito obrigado.

  • rui pinto 14-10-2011 00:52:30

    Vivo na Ilha do Pico (açores) e faço aguardente de infusão de neveda. Fica uma aguardente verde e muita saborosa. Obridado pelas explicações que desconhecia...

  • pjalfaro 19-11-2011 23:03:54

    é usada sim como chá e é verdade que, tomado antes de deitar (à noite), ajuda a dormir :)

  • sandra 15-12-2011 20:47:50

    Cuidado pessoal, conheço a menta dos gatos que uso como ornamental nos jardins, e conheço a neveda das castanhas que é bem parecida... diferem essencialmente no cheiro!
    Cuidado com as plantinhas, só são medicinais qd bem usadas....

  • D Simões 01-03-2012 02:00:27

    Por acaso eu conheço esta erva, Existe no estado selvagem na Serra de Sintra, e é utilizada para temperar as azeitonas, que ficam deliciosas.

  • Ebonyheart 27-05-2012 16:05:58

    This was really helpful info!!!! I was planning to start an herb garden sometime, but I needed planting information. Also the medical uses were interesting! Might wanna try herbology classes!!! Five stars

  • Nia 23-01-2013 15:37:06

    olá eu uso a neveda para a rouquidão, dou aulas e às vezes fico quase afónica um chá de neveda faz milagres

  • Leonardo 26-06-2013 14:12:45

    A Adega "A Buraca" utiliza-a para fazer uma das suas aguardentes. E bastante apreciada por muitos dos turistas que visitam este espaço de enoturismo.

  • Barbara 19-05-2014 13:22:39

    Embora sejam ambas plantas medicinais, a Nevêda (Calamintha nepeta) não é o mesmo que a Nevêda dos gatos (ou erva-dos-gatos ou catnip) (Nepeta cataria).

  • JoJo 19-04-2015 01:04:32

    I do a lot of herb,Parsley,Basil,sweet basil,Catmint ,mint peppermint .Also cilantro plenty of others spiced mint.make tea with mint its coo.


Junta comentário

Tens pelo menos 18 anos de idade?

Para visitar a nossa webshop, tens de confirmar que tens pelo menos 18 anos de idade.